Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

27
Mai 16

Redacção: a feira de Maio.

Hoje fui à feira. A romaria anual, o dia do ano em que como farturas do Nuno, porque um saco cheio é barato, mesmo cheio, não tem fila e as farturas são boas. O dia do ano em que me recuso a andar naquelas máquinas diabólicas, porque me deixam enjoada só de olhar.

O que me resta? Esperar e olhar. E pensar na vida. Dos outros.

...

Devia ser proibida a actividade a crianças e jovens. Acho muito mal ver miúdos demasiado pequenos em demasiada autogestão, eu!!, a defensora da autogestão das crianças. Com escola aqui e acolá, (quando vão), sem raízes e sem mais ambição possível que ser alguém de aspecto altamente chungoso que saltita entre carroceis a apertar seguranças, a vender bilhetes em cubículos ou a apregoar as viagens em voz fanhosa e em alguma língua que finge ser o português.

Devia haver um dress code para se trabalhar lá ( e para lá ir). É demasiada densidade de figuras que parecem uma mistura de Ana Malhoa com personagens do game of thrones ou dos Vikings. Acho que até vi o Greyjoy que foi torturado e tudo...

Vi demasiadas calças com fundilhos pelos joelhos, caps, barbichas, alargadores e piercings, tattoos manhosas e cabelos rapados com uma poupa no cocuruto da cabeça, com ou sem madeixas, com ou sem elasticozinho
Vi maquilhagens carregadissimas em garotas, muitas miúdas clonadas em roupa, calçado e penteado.

Concluí que as modas mais ridículas dos 80's rivalizam fortemente com as actuais. Ainda bem que não sou uma teenager à procura de namorado, a escolha ia ser penosa.

Concluí também que sou muito crítica comigo: a julgar pelo que vi, nada me impede de usar leggings, calças justas, tops abusados, vale tudo, vale tudo. Ou talvez haja um espelho que me alerta para o bom senso e presença. E vergonha alheia.

Olhando para as pessoas, parece-me que o pessoal de leste está genuinamente feliz, com uma presença discreta e pacata, com os seus filhotes. Se calhar é para não darem nas vistas, andava por lá um agente secreto do kgb...
As Sul americanas ousam no traje e na maquilhagem.
As da médio oriente riem, tiram fotografias.

Ainda bem que não sou, nem estou recrutadora de recursos humanos. Não teria dúvidas em reprovar 90% das pessoas que me passaram pela frente.

publicado por na primeira pessoa do singular às 16:52

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
25
26
28

29
30
31


Selo concurso
limetree
blogs SAPO