Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

31
Ago 11

Se até ontem eu pensava que ainda me faltam 30 anos de trabalho para me poder reformar, hoje pergunto, onde é que eu vou trabalhar mais 30 anos.

Bem sei, já lá vão 13. Também sei que tenho 36. E que daqui a 4 ou 5 anos estarei velha para conseguir emprego num sítio qualquer, sítio esse que não sei se durará os 30 anos necessários.

Como tal:

( assinalar com cruz, a caneta preta, a opção correcta, sff):

1) faço esta empresa prosperar e ser viável, gero emprego e valor, e gozo uma velhice como avó realizada e presente

1) procuro o emprego de sonho para o resto da minha vida ( ainda existem contratos sem termo?),

2) aceito o emprego de pesadelo para o resto da minha vida ( presa, por falta de alternativas, sujeito-me ao que houver , até cair para o lado, velha e caquética

3) dedico-me à política

4) dedico-me à agricultura de subsistência

só a 1 me interessa, só a 2 me alicia, só a 3 me parece víavel, só a 4 me parece uma saída, só a 5 me parece real...

Mas a sério, ainda não tinha posto a questão ao contrário! Pode ser assustador, para quem se aproxima dos 40/50 anos.

publicado por na primeira pessoa do singular às 14:14

comentário:
Nem sei o que te diga.
Que a coisa não está fácil , isso não há duvidas.
Mas olha é para qualquer idade.
A minha filha tem procurado trabalho e só consegue aqueles trabalhos temporários de 2 ou 3 semanas.
E ainda assim já é uma sorte.
Eu bem gostaria de ver uma luz ao fundo do túnel , mas cada vez mais tenho duvidas que este país tenha solução.
Beijinho
geriatriaaminhavida a 31 de Agosto de 2011 às 18:23

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
27

28


Selo concurso
limetree
blogs SAPO