Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

19
Abr 12

Depois da consulta que confirmou sindrome demencial e parkinson, e de me apetecer dar um tiro na médica por estar a mandar-me levar a sogra para o centro comercial ao cabeleireiro às 8 da noite, para lhe subir a autoestima ( deixando as filhas e o marido à espera
?, não jantando? deixando tudo por fazer em minha casa? deixando a outra avó a tomar conta das netas ainda mais horas?), acabei por me deitar à uma da manhã, depois de ter passado dezenas de folhas de exercícios tipo tpc da escola primária, para desenvolver e estimular aquele cérebrozinho atrofiado.

Ontem, repeti a doze, pelo que deixei à mulher exercícios para quase 2 meses, uma folha por dia, de escrita, leitura, memorização, simetrias, padrões, situações do quotidiano...

 

Pois bem, não podemos estar à espera de agradecimentos de tudo o que fazemos, mas gostava de um pouco mais de reconhecimento.

 

As minhas teorias, face ao exposto pela neurologista, pelos vistos não estavam erradas, e eu tenho estado a fazer tudo bem feitinho, com o que lhe mando fazer, com o que lhe dou para fazer, quando a estimulo. Mas isto de andar feita agulhinha a dar picadelas no cú da senhora, cansa. Não sou eu. Não sou assim.

 

E nem sequer lhe posso mandar uma carta a desancá-la de alto a baixo.

 

 

publicado por na primeira pessoa do singular às 15:17

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18

22
23
24
25
26
28

29
30


Selo concurso
limetree
blogs SAPO