Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

09
Mai 11

Ontem foi dia de aventuras.

Aproveitámos o dia solarengo e partimos à descoberta. Da asma, nem sinal, ao fim de uma hora a subir um monte, mata cerrada mediterrânica, com carvalhos, pinheiros, silvas e todo o tipo de arbustos e bicharadas.

 Não a primeira escolha delas, que são um bocado picuinhas, mas chegar ao ponto de destino e ver o maior e mais bonito carvalho da nossa vida( quem sabe, do mundo!), valeu a pena, o sacrificio da subida, os arranhões no mato, as escorregadelas, as formigas gigantes.

 

Depois, uma atravessia bem molhada, de galochas Hello kitty, sob uma autoestrada, num dos aquedutos para ir à procura de uma fonte. Chapinhar na ribeira, apanhar limos, afastar teias de aranha.

 

E para acabar o dia em beleza, uma procura num túnel, uma passagem subterrânea de águas pluviais, à luz das lanternas.

 

Sujas e malcheirosas? Muito! mas a máquina lava. O que não vai sair é a memória de experências como estas, que a maior parte das meninas ( e meninos) de 5 e 7 anos ( ou de outras idades) não têm.

 

Para os pais, vale a aventura com os filhos, e o passeio para abater na barriga e descobrir que há músculo no corpo, em locais insuspeitos.

E vale pela alegria nas caras delas, mesmo que sejam medricas, e que uma certa miúda pareça o" Conde Castelo Branco" com queixas e reclamações...

 

Pode não ser a maneira mais certinha e composta de fazer crescer crianças. Alguns dos sítio visitados talvez não fossem os mais saudáveis. Talvez houvesse muitos espinhos e urtigas ( para elas, é tudo urtigas!).

 

Mas aventura de ontem tirou medos e inseguranças, cultivou o espirito de descoberta e aventura, educou para a natureza e exercício, e proporcionou horas de actividade em família. Saldo: muito positivo.

 

A noite de sono foi mais do que merecida. E curta demais...

publicado por na primeira pessoa do singular às 16:04

e sai uma multa de estacionamento para pagar.

ESTG, primeiro dia em que dei aulas, numa raia onde estavam pelo menos mais 15 carros.

Fui falar com os PSP do giro: para uns, esteja à vontade, pode estacionar, não estorva, há poucos lugares. Para outros, o que é que acha, minha senhora? Não vê as raias?

De facto, na maior parte das vezes não vejo, estão cheias de carros lá em cima.nem as raias, nem outros lugares para estacionar, porque é uma milagre achar um buraquinho para lá deixar o carro.

 

Não, NÃO há autocarro lá para os meus lados. Muito menos um que me vá deixar a casa às 11 da noite...

publicado por na primeira pessoa do singular às 16:02

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Selo concurso
limetree
blogs SAPO