Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

25
Mai 10

Duração : leve o tempo que quizer

Com consulta - Não sei se mesmo assim vai encontrar a resposta

 

Questão 1:

G é filha de M e J e tem 3 irmãos. A família é de classe média baixa. Os pais têm uma micro empresa de uma actividade especializada, que se debate com difilcudades permanentes de tesouraria. M trabalha na micro empresa, toma conta dos filhos e ainda trabalha em part-time. Com esforço todos os filhos foram mandados estudar e detêm licenciatura em Universidades Públicas de renome.

Relacione este facto, com os sacríficios que esta família teve de suportar, admitindo que todos os filhos se encontraram a estudar deslocados do meio familia, e só a mais velha consegui redução de proprinas, num valor mensar que rondava os 25 Euros.

 

Questão2:

Descreva as implicações dos facto de os irmãos nunca terem tido acesso a motos ou carros, consolas de jogos , viagens de finalistas, mesadas ou semanadas, na crise do mercado de consumo-

 

Questão3.

G concluiu a licenciatura no prazo previsto, conseguiu emprego em poucos dias e veio a casar com R, também licenciado,dois anos depois, tendo contratado um pequeno empréstimo. Compare esta situação,  que remonta a 1998-2000 , com o que provavelmente ocorreria em 2010.

 

Questão 4:

J trabalha há mais de 40 anos, com descontos para a segurança social, mas ainda não atingiu os 65 anos. Nessa altura, terá trabalhado 48 anos e servido durante 3 anos no Exército, combatendo nas ex colónias. Relacione este facto com a necessidade de reforma, por motivos de saúde e cansaço, e não o poder fazer, sob pena de o valor da reforma ser diminuto, com todas as penalizações.

Confornte esta situação com a lista de espera para uma operação , já com vários meses, num hospital público, espera essa que tem deteriorado as condições de saúde que estão a afectar a capacidade de trabalho.

 

Questão 5:

G e R têm 2 filhas que estão a estudar no ensino público. A qualidade dos professores varia de muito mau a muito bom, mas apenas na avaliação directa que os pais podem fazer por observação de comportamentos e reacções. Relacione o facto de a qualidade de vida e condições económicas da familia terem caído brutalmente a partir de 2004 e o facto de G e R não possuirem orçamento para colocar as filhas numa boa escola particular. Tome em consideração que não existem gastos adicionais com créditos de consumo, troca regular de viaturas, férias em resorts em Portugal ou no estrangeiro, nem gastos desnecessários em vícios, como tabaco ou café,.

 

Questão 6:

G e R criaram uma pequena empresa de serviços P, potenciada pela publicação de legislação que criava novos nichos de mercado.Explique porque é que , tendo recorrido a diversas entidades e organismos, não foi possível obter qualquer apoio ou financiamento.

 

Questão 7:

A microempresa P debate-se com graves problemas de tesouraria, uma vez que os clientes não se sentem obrigados a pagar. Explique a pertinência da utilização das poupanças da família para pagar e cumprir as obrigações fiscais da micro empresa, em particular para o pagamento de IVA sobre facturas não recebidas e PEC sobre lucro que talvez nunca venha a existir. ´

 

Questão 8:

empresa X é cliente da P e de outra empresa T. X deve uma soma avultada a T, que por sua vez não pode cumprir os seus compromissos, e como tal debate-se  com uma situação de penhora e insolvência anúnciada. X assiste impávida e serena a esta situação e não se sente culpada, tentando até obter vantagem desta situação. Calcule a probabilidade de P vir a sofrer o mesmo problema, uma vez que existem facturas vencidas há mais de 60 dias sem previsão de pagamento.

 

Questão 9:

Numa composição de 20 linhas, explique a G onde é que está a fazer tudo errado

 

Questão 10:

das pessoas individuais e colectivas apresentadas, ordene, por ordem decrescente, a responsabilidade na crise, e sulinhe os que vão lecar por tabela com as mudanças que se avizinham

 

Bom trabalho

 

 

 

 

 

 

 

publicado por na primeira pessoa do singular às 11:41

Domingo, estava eu a ver um Jamie's American Road Trip e eis que era na terra dos Cowboys.

 

Sou suspeita, porque sou uma fã incondicional dos(TODOS) programas do homem, mas acho a série execelente,  mais do que pelos meus prazeres culinários, mas também pelo caracter sociologico, antropológico e histórico desta série.

 

E estava eu a ver aquilo e a pensar, em que é que aquela gente é responsável pela crise mundial?

Atravessei a América e o Atlântico cá para este lado, e pensei ainda mais: o que é que eu e a maioria das pessoas que me rodeia, e as que não me rodeiam mas vivem por este Portugal, de um modo pacato, trabalhadores que dão o litro todos os dias, em que é que somos responsáveis pela crise?

 

Porque tenho um empréstimo suado, que pago religiosamente, sobre um pequeno apartamento na provincia? Porque pago paulatinamente os impostos que me são devidos? Porque trabalho dia e noite para tentar, num futuro próximo, tentar voltar a correr atrás de sonhos?

 

 

 

 

 

 

publicado por na primeira pessoa do singular às 11:29

Acaba hoje o cursinho de formação de formadores. Sem excelência, mas com algum brilho...

Gostei...

Amanhã começo a preparar curriculuns

publicado por na primeira pessoa do singular às 11:05
tags:

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

17
22

23
24
29

30
31


Selo concurso
limetree
blogs SAPO