Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

09
Mar 10

Ontem foi o dia da mulher, com letra pequena, ou seja das mulherzinhas...

 

Todos os dias são o dia da Mulher do meu marido, da Mulher do meu pai, do meu sogro dos meus cunhadas, e de outras que não são mulheres de ninguém, apenas Mulheres.

 

Ontem levantei-me às 4 da manhã para acabar um trabalho, com apenas 3 horas de sono, para que nada faltasse ao cliente. E dpois disso arranjei as filhas, levei-as à escola, fui entregar o trabalho, fiz 140km à chuva, fui a 3 reuniões de obras, e à noite, voltei a fazer os 140km de volta, com ainda mais chuva, e ainda fui responder a correspondência, reformular uma proposta e outras coisas, antes de ir para casa.

 

E ainda deu para fazer uma porcaria de jantar, que fez as delícias das filhas, que vieram da escolinha com um discurso triste sobre ser o dia dos homens trabalharem e as mulheres descansarem, e com vontade de fazer uma festa: hamburguers grelhados e pão com chouriço de microondas, com um resto de massa ...exactamente.

 

Tomamos banho as três, e fomos para a cama, no intervalo da 2ªtelenovela.

 

Não querias um abraço e um miminho? perguntou ele , então. E ficamos juntinhos a jogar uma coisa com bolas no seu novo telemóvel. Não me lembro de mais nada.

 

Não recebi rosas, nem folgas, nem fui jantar com as senhoras do ginásio. Aliás, mais uma vez nem tempo tive de ir ao ginásio, cuja mensalidade já foi descontada há 9 dias atrás.

 

Mas todos os dias sou o que consigo ser, uns dias melhor do que outros. Todos os Dias Mulher, embora às vezes precise de mais tomates que um Homem.

publicado por na primeira pessoa do singular às 11:02

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
18
20

21
22
23
25
26
27

28


Selo concurso
limetree
blogs SAPO