Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

09
Abr 12

Um "mal amado e expatriado" dizia, em Setembro de 2010, que sentia um aperto no coração ao determinar medidas de austeridade, ao que um "mal enjorcado" respondeu que os contribuintes sentiam era a dor no pescoço da sua aplicação.
Mal sabiam eles que um " mau elemento" viria a fazer pior, sem qualquer dor ou mágoa, e ainda se sente feliz por ser comparado a um "rigoroso" alemão.
Pode apertar tudo, o coração, o percoço e o cinto, desde que se abram os cordões.
Imagino que à noite, aperte as mãozinhas delicadas, e adormeça sorrindo, imaginando-se aplaudido e vaidoso pelos bons serviços à Nação

publicado por na primeira pessoa do singular às 13:11

comentário:
Todos eles dizem mal quando não estão no" poleiro ", mas quando vão para lá fazem o que criticavam.
São todos iguais.
Boa semana
momentosdisparatados a 11 de Abril de 2012 às 18:23

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18

22
23
24
25
26
28

29
30


Selo concurso
limetree
blogs SAPO