Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

08
Fev 12

Redacção: Os correios.

Os correios da minha terra são um balcão da Junta.
Na minha terra, os correios têm um horário esquisito, e nas terras ao lado também.
Quando o carteiro chega a minha casa, eu nunca estou lá, e por isso, se a minha vizinha da frente não se oferecer para guardar a carta, ele deixa um aviso para eu ir levantar ao balcão.
Para levantar correio no balcão, temos de levar bilhete de identidade, mas se o carteiro deixar na vizinha não é preciso nada. Se for para levantar algo para a empresa, tenho de levar carimbo e senha da certidão online. Se for a vizinha, mais uma vez não é preciso nada. Ou seja, a vizinha pode receber o meu correio sem se identificar, mas eu tenho de me identificar, registar e admitir ser consultada pelo estado, para o que quizer.
Os balcões de correio que me rodeiam não têm multibanco, pelo que temos de levar sempre dinheiro ou cheque.
Hoje tive de ir ao balcão dos correios. No aviso dizia que tinha de ir a Porto de Mós, num horário reduzido. Como fiz Siga tarde, já não estava disponível.
Como achei aquilo estranho, decidir antes ao balcão da Calvaria. Diria que poupei quase uma hora, porque era mesmo lá que a carta estava. Poupei o ir, o vir, as filas do costume. Só não percebo porque é que era suposto ir lá.

mas de uma empresa que deixa avisos a dizer que não está ninguém com preguiça de subir as escadas, de uma empresa em que os carteiros, mesmo vendo o nome da empresa por cima da caixa, devolvem a carta dizendo que se mudou e não deixou morada...tudo é válido

publicado por na primeira pessoa do singular às 15:09

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
18

19
21
22
24
25



Selo concurso
limetree
blogs SAPO