Sobre mim e outras coisas, irreais, ou nem por isso...

02
Jan 15

Pisar merda, diz que é sinal de sorte. Tanta sorte tive eu, que acabei o primeiro dia do ano a limpar o carro, os dois sapatos, até as meias, porque caguei os dois pés. Aproveitei e tirei papelada do carro, para por no chão enquanto me limpava no frio da noite, no meio da cidade, antes de ir jantar a casa da minha irmã. Deixei papéis, toalhetes, meias ali no caixote do lixo pedi uns chinelos à minha irmã, para ver se não lhe dava cabo dar alcatifas. As calças foram para lavar quando cheguei a casa. Porra para os cães dos outros, e para os outros que têm cães e os deixam cagar em tudo quanto é sítio, em especial no meu caminho, quando é noite e não se vê pontadeum corno...

publicado por na primeira pessoa do singular às 15:30

Selo concurso
limetree
mais sobre mim
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
16

18
19
20
23

27
28
29
30


Selo concurso
limetree
blogs SAPO